O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Influir sobre o nosso destino

 
 
«Chegará um momento, agora muito próximo, em que os homens se olharão de forma diferente, em que não terão mais medo de dizer mutuamente que se amam, que são irmãos, que não têm mais vontade de dualidade entre eles, que simplesmente se reconhecem como Filhos da Fonte
Esse momento está muito mais próximo do que pensam, e é necessário de se prepararem para isso! Então, sejam tolerantes, escutem os vossos irmãos, tenham um ouvido atento! Os vossos irmãos precisam de ser ouvidos, e tranquilizados. Nunca julguem os outros, se forem diferentes de vocês é porque o seu programa é simplesmente diferente daquele que vocês escolheram.
Quando tiverem compreendido definitivamente, os vossos governos não cometerão mais erros; se forem suficientemente numerosos a aceitar o que o outro é e a aceitar o que vocês são, a aceitar que vocês também são seres de Amor, os seres que ainda não têm essa consciência e que por vezes estão na escuridão total da consciência despertarão, porque a vossa energia e vibração os tocarão. Haverá automaticamente tomadas de consciência, mesmo a nível dos governos mundiais! O dinheiro não será mais rei, o poder tal como está actualmente não existirá mais. Os homens reencontrarão o que realmente são, ou seja, Filhos da Fonte. Quererão verdadeiramente ser felizes!
Quando muitos seres humanos tiverem essa consciência (e isso pode chegar muito depressa), receberão uma grande ajuda dos seus Irmãos galácticos que virão preparar a humanidade para o seu futuro.
Haverá muitos transtornos antes? Haverá uma evacuação da Terra? Haverá uma grqande quantidade de partidas para outros planos? Tudo é possível! Há várias probabilidades, mas mais uma vez repetimo-vos que podem agir sobre o vosso destino, escolher o Amor ou escolher o medo, escolher avançar ou ficar estático, escolher a fraternidade ou viver o egoísmo. Seja individualmente ou colectivamente, o vosso destino está nas vossas mãos!
No entanto o ser humano não está só para fazer as suas escolhas, é dirigido, aconselhado, mas de forma invisível, inaudível. Recebe simplesmente pequenas “ ajudinhas” que o despertam cada dia mais para uma outra ideia, uma outra concepção de vida.
Globalmente, os seres humanos não têm vontade de estar infelizes! Já estão infelizes porque não se amam! São manipulados porque não têm confiança neles, porque dão o poder aos outros!
Não têm que dar o poder a seja quem for! Devem ser o vosso próprio dono! Evidentemente, compreendemos que certos seres não estão ainda maduros para poderem decidir da forma como devem viver o seu próprio destino que está, claro, pré-estabelecido.
Neste novo ciclo que começou, têm uma grande capacidade para influir sobre o vosso destino compreendendo as experiências, e se for possível ultrapassando-as.
 

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário