O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

domingo, 25 de outubro de 2015

A dispersão na Internet

 
 
«A época actual é particularmente difícil, porque de facto é praticamente a mudança para outra coisa. Estão como no fio de uma navalha, e é por essa razão que devem mesmo aguentar-se. A finalidade não é cair à direita ou à esquerda, é continuar o vosso caminho custe o que custar escutando simplesmente a vossa consciência.
Estamos um pouco apreensivos (embora não devêssemos estar) em relação à Internet ou aos vossos midias que dizem tantas contra verdades! Os seres humanos, já o dissemos há alguns anos, gostam de causar medos! Têm a impressão que se lhes anunciarmos eventos difíceis, será o fim dos seus problemas!
Não é assim que se devem ver as coisas! Pelo contrário, é preciso que pensem: “não tenho muito tempo à minha frente, por isso devo utilizá-lo para a minha própria transformação!”
O nosso objectivo é restituir-vos um pouco da memória que está em vocês; igualmente falar-vos de Sabedoria e Amor porque são essenciais na vossa vida e para a vossa evolução.
Muito seres que não estão ainda completamente neste caminho apalpam, procuram, e deixam-se levar por muitas coisas totalmente inúteis. Infelizmente, não têm o discernimento necessário para fazerem a triagem do que está bem e do que não está. Repetimo-lo, os humanos gostam de brincar a causar medos!
Aqueles que realmente puseram os pés no caminho certo da Luz não têm mais vontade de brincar a causar medos! Têm simplesmente vontade de iluminar totalmente a sua vida e de eliminar a energia de medo que pode estar neles
Não se preocupem demasiado, porque há curvas ascendente e descendentes e por vezes encontram-se nas curvas descendentes.
Quando transmitem realmente o ensinamento de Sabedoria e de Amor que vos comunicamos sem gerar medos, os seres que se juntarem a vocês começarão verdadeiramente a caminhar no caminho da Luz.
Na vossa Internet há muita dispersão! Existe sempre um canal melhor que o outro, um transmissor ainda melhor que o outro! Não é assim! O verdadeiro canal, o verdadeiro transmissor, escolheu esta missão antes de vir para este mundo. Claro, um canal deve igualmente viver a sua vida e as suas experiências humanas, mas deve ter consciência da sua responsabilidade em relação ao que pode transmitir e oferecer aos seus irmãos.
Ô problema actual é muito mais importante do que pensam! Não arruinamos os canais que colocam mensagens na Internet, dizemos só que alguns desses pobres humanos são enganados por entidades do astral tão próximo deles; por vezes não têm a consciência e a sabedoria de se questionarem e compreenderem que estão enganados, assim, sem discernimento, põem na Internet tudo o que recebem e depois é lido por milhares de pessoas.
Mais uma vez, gostaríamos de dizer que não há nada de mal e nada de bem! Há simplesmente experiências que cada pessoa deve viver em função do que é, em função da sua compreensão e igualmente do Amor e da Sabedoria que podem desabrochar nelas.
O problema actual é que muito seres dão-se conta que mudam ou colocam questões em relação a certas experiências difíceis que vivem, não compreendem o que lhes acontece, por isso batem a mil e uma portas; o mais prático é “bater à porta” de vários sites.
Compreendemos que os seres humanos têm que gerir a sua própria existência na densidade; não é muito fácil, porque tudo se move extremamente rápido no interior e no exterior deles mesmo.»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário