O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

sexta-feira, 12 de junho de 2015

O processo do pensamento

 
 
«O que representa o silêncio para cada um de vocês? Para vocês, é o não ruído, no entanto no silêncio existem sons que não se apercebem. Têm cinco sentidos adaptados ao que são nesta vida de terceira dimensão; o vosso ouvido é imperfeito, e por vezes mesmo totalmente imperfeito. Não captam certos sons; alguns animais captam muito mais que vocês. Vocês captam as imagens que os vossos olhos conseguem perceber. É igual para todos os vossos sentidos, seja o tacto, o gosto ou o olfacto. Não é grave, porque essas ferramentas vos foram dadas para se aperceberem da vida na dimensão onde se encontram.

O silêncio tem muita importância, tanto como o som de facto, o som harmonioso que emite uma vibração que vos permite também se elevarem.

Se querem estar no silêncio para se recolherem e meditar e se a vossa mente está permanentemente em actividade, onde está o silêncio? Há um enorme ruído em vocês, ruído gerado pelos vossos pensamentos, pela vossa mente; certas práticas de meditação ensinam a fazer o silêncio mental.

O silêncio mental, para vocês humanos, é difícil de atingir porque é muito difícil ficarem quietos sem que nasçam pensamentos. De onde vêm esses pensamentos? Dirão da mente! Diremos que esses pensamentos são gerados pela consciência humana, e dirão que o são pelo cérebro.

Estudem bem de onde vêm os vossos pensamentos. Eles podem ser emitidos pela vossa alma; eles podem igualmente vir de uma intuição profunda, mas sempre trazidos à consciência humana através da vossa alma.

Não é a alma que pensa, mas é ela que dá o impulso à criação dos pensamentos. Fazem criações mentais, e os vossos pensamentos são os filhos que dão à luz em permanência; também têm pensamentos construtivos com os quais podem criar cenários, aventuras, contos de fada e igualmente situações muito difíceis.

Estejam vigilantes quando criam pelo pensamento; se forem pensamentos que vos elevam podem aceitá-los, mas tentem nessa altura pedir à vossa alma para vos ajudar a pararem essas criações. Existem em permanência como fluxos, jactos de formas criados pelos impulsos que a alma dá à vossa capacidade de pensar.

Vocês, humanos, dizem: “os pensamentos vêm da mente, do intelecto”. Os pensamentos podem ser gerados pelo ego e pela personalidade que também é uma parte do vosso ego. Os pensamentos podem ser gerados por mil e uma coisas, pelo medo, pelo Amor, etc…, mas os estímulos sempre vêm da alma, porque se o ser humano não tivesse alma para lhe dar vida ele não teria pensamentos.

Podem estimular inconscientemente os vossos pensamentos. É a alma, associada ao que são como consciência humana e em função da vossa evolução, que vos dá a capacidade de pensar. É importante sabê-lo para o vosso futuro e para aprenderem a pensar bem, a falar bem, a não fazerem permanentemente um ruído ensurdecedor, seja esse ruído audível ou inaudível.

Os pensamentos incessantes criam ruídos inaudíveis, mas reais. Os pensamentos formulados através da palavra criam sons audíveis em relação àqueles que vos rodeiam, em relação a vós mesmos porque se ouvem falar. Ouvem-se pensar, claro, mas podem gerir as palavras, no entanto têm muita dificuldade em gerir os pensamentos.

Diremo-vos o seguinte: é muito importante compreenderem esse processo para melhor o geriem. Houve tudo o que puderam aprender, integrar, conceber antes da passagem para o novo ciclo, antes de 2012. Claro, vocês estão ainda um pouco perdidos porque esperam ainda mais coisas maravilhosas em relação a esse novo ciclo, e têm a impressão que nada acontece, no entanto acontecem muitas coisas.

Infelizmente os pensamentos justos, os pensamentos sábios, são muitas vezes afogados por ondas de pensamentos inúteis. Se tiverem capacidade, poderão fazer a separação; se não tiverem, todos os pensamentos maravilhosos gerados pela vossa alma são apagados; eles podem vir de uma intuição profunda ou ser um ensinamento não necessariamente gerado pela vossa alma, mas um ensinamento oferecido pelos vossos guias.

É preciso aprender a estar em silêncio. Não é necessário faze-lo durante longos momentos. Fiquem em descanso, escutem-se a pensar, escutem-se a falar. E se conseguirem escutar-se pensar e falar, conseguirão compreender quantas coisas completamente inúteis dizem e repetem várias vezes durante o dia.

As palavras criam males; as palavras têm uma vibração e se, durante o dia usarem varias vezes a palavra “medo”, gerarão através dessa palavra uma vibração de medo que pode ficar junto de vocês e ter uma influência sobre vocês aumentando o medo.

Se usarem o mais possível as palavras “Amor”, “Amar”, “Luz”, essas palavras têm um impacto importante sobre vocês porque geram uma energia que vos faz crescer e vos permite não só elevarem a vossa consciência humana, como elevarem igualmente a vossa frequência vibratória. As palavras “Amar” e “Amor”, bem utilizadas, se não forem envolvidas com coisas que lhes retirem a sua vibração, são muito poderosas.

Damo-vos um exemplo: quando dizem “gosto da minha casa”, gosto do meu carro”, que vibração dão à palavra amar? Uma vibração que faz parte totalmente da terceira dimensão!

Se disserem “amo a Luz”, “amo a beleza”, “amo a perfeição”, “amo Deus”, “amo todos os meus irmãos”, “amo a harmonia”, criam à vossa volta uma vibração totalmente diferente, uma vibração portadora que vos eleva, que vos alimenta. As palavras “Amor” e “Luz”, alimentam-vos. De certa forma, a força da vossa alma acentua as vibrações dessas palavras.

Quando se conectam às vossas partes superiores, quando lhes pedem para inundarem tudo o que são como matéria com esse poder do Amor, acontece qualquer coisa em vocês e dão-lhe corpo, dão vida ao Amor.

É importante que todos vocês aprendam a pensar bem, a amar bem. Claro, vocês falam de Amor e falamos disso muitas vezes, mas cada um tem a sua própria forma de amar. Cada um tem a sua própria forma de sentir e oferecer esse Amor.

Antes de oferecerem o Amor, tentem compreendê-lo, tentem senti-lo. Tentem fazê-lo vibrar a nível do coração, tentem sentir a sua energia e a sua vibração, e pouco a pouco reconhecê-la-ão, dar-lhe-ão cada vez mais forma e vida.

No entanto, não esqueçam que qualquer pensamento, por muito forte que seja, é gerado pela energia da vossa alma. Compreendam bem que sem ela não são nada, são apenas um instrumento vazio e inútil sem a energia, a força e a vida que ela coloca em vocês. A prova é, e todos o sabem, quando a vossa alma decide deixar o vosso corpo de matéria, ele não pode mais pensar, não pode mais agir, não pode fazer mais nada, por isso fica neste mundo que a vossa alma deixa, e o corpo torna-se totalmente inútil.»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário