O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

sexta-feira, 13 de março de 2015

El Morya fala do conhecimento

 
 
El Morya esta junto de mim. E diz-me:
«Houve um tempo em que os seres humanos precisavam de passar pelo intelecto e pela mente para poderem compreender e evoluir. Houve diversas escolas que dirigiram mais ou menos os seres para uma evolução espiritual.
Agora não precisam mais passar pelo vosso intelecto e pela vossa mente, porque evoluíram muito, a vossa consciência despertou muito, e é-vos pedido para porem a funcionar mais o vosso coração, oferecer mais o Amor que está em vocês.
O conhecimento que não é dos livros, só se pode integrar através da experiência. Para os humanos, a experiência é o grande livro do conhecimento. Se conseguirem as vossas experiências sem revolta, na aceitação e no Amor, aproximam-se cada vez mais do conhecimento.
Eu, ou os vossos Irmãos de Luz, falamos do Conhecimento; existe sempre o conhecimento intelectual, o dos vossos pesquisadores, dos vossos sábios, o conhecimento dos livros, e actualmente o de uma tecnologia que vos oprime por vezes e que vos impede de serem, que vos impede demasiadas vezes de evoluirem. O conhecimento de uma tecnologia que não está adaptada à vossa evolução espiritual é um freio, mas compreendê-lo-ão mais tarde.
Não se esqueçam que o Conhecimento só se adquire através da experiência.
Crescem na experiência e por vezes são obrigados a viver experiências difíceis para poderem compreender, porque por vezes adormecem numa vida demasiado fácil. Claro, as dificuldades não são necessárias à evolução, no entanto por vezes são-no porque as almas adormecem numa certa quietude.
Se tivessem Amor suficiente ou se conhecessem verdadeiramente a realidade do Amor, não precisariam mais das experiências, teriam o Conhecimento automático que está no Amor.
Por agora ainda estão na escola da Terra, e enquanto não passarem para uma dimensão superior àquela onde se encontram actualmente, ainda precisarão de experiências.
Nas dimensões superiores como a quinta dimensão ainda há experiências, mas são diferentes daquelas que vivem na terceira, ou na quarta dimensão. Cada mundo é uma escola, cada dimensão é igualmente uma escola, assim cada escola, cada dimensão tem as suas próprias experiências.
O caminho que vos leva à Fonte, à subida para a Luz e ao Amor infinito é longo, mas têm a eternidade para voltarem à Fonte, para retomarem esse caminho. Mais uma vez, uma vida terrestre é tão efémera, tão curta!
Eu que vos falo, vivi várias vidas neste mundo e uma infinidade de vidas noutro sítio. É verdade que apesar da sua dureza e a sua complexidade, amei a Terra e a sua energia e ainda as amo, e é por essa razão que tenho o prazer de aqui voltar, mas não com o meu corpo físico (embora possa fazê-lo), para poder, através do que emana de mim e da minha vibração, ajudar aqueles que eu considero como os meus irmãos da Terra.
Agora deixo-vos! Tive o prazer de vir junto de vocês, tive o prazer de expressar o que expressei. Saibam que mesmo que não me apresente estou muito perto de vocês para ajudar à vossa evolução, para vos dar uma ajudinha quando for necessário. Não se apercebem da ajudinha que os meus Irmãos de Luz e eu vos damos, no entanto ajudamo-vos.»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário