O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Lição de Sabedoria nº 36

«No que diz respeito ao trabalho que ainda falta fazer para se elevarem na Luz, o tempo que vos é dado está relativamente curto.
 
Pedimo-vos, e isso é muito difícil para vocês, para tomarem consciência do que realmente dirige a vossa vida, se é o vosso ego bem escondido, bem dissimulado por trás de lindas palavras ou se é realmente a abertura à vossa divindade.
Tudo acontecerá pouco a pouco pois nada acontece de uma só vez, senão poderiam ser destruídos. Quando avançam, estejam vigilantes nesse avanço pois a vossa personalidade, o vosso ego, também vos pode adormecer dizendo: começas a compreender bem, trabalhaste bem, podes descansar, podes parar, estás no bom caminho, vês que todo o mundo te ama e tu amas todo o mundo! Não são perguntas que precisam de fazer, são actos que precisam de fazer. Pouco a pouco tomarão realmente consciência do que vos anima, se é a vossa Divindade interior, o vosso sol central ou a dissimulação do vosso ego e da vossa personalidade.
O caminho espiritual evolutivo é um caminho difícil, mas estejam certos que é o mais belo que um ser humano encarnado neste ou naquele planeta pode percorrer. Cada planeta tem o seu caminho evolutivo. Neste mundo, vocês têm a impressão de viver coisas difíceis, têm a impressão de serem obrigados a ultrapassar-se sempre, a largar da mão, a serem tolerantes; mas numa outra dimensão, num outro mundo, terão outras coisas para compreender, integrar, ultrapassar, trabalhar, terão outras pedras no vosso caminho, deverão viver coisas que nem sequer têm consciência porque neste mundo só têm a consciência deste mundo.
Contudo, para vos encorajar, saibam que é neste mundo que o maior trabalho se cumpre. O que deveriam ultrapassar noutros mundos parecer-vos-ia tão milagroso, tão maravilhoso que poderiam dizer: isto não é possível!
No entanto, é neste mundo que adquirirão as bases que vos levarão bem alto! Vieram aprender e reaprender bases, também vieram para poderem inculcá-las a outros. Cada um de vocês veio para cumprir ou aperfeiçoar-se.
Mesmo nós que vos falamos, fazemos pequenas incursões no vosso mundo através de um nascimento, por vezes fugaz ou por vezes muito mais longo. Usamos ocasionalmente um corpo e vivemos durante algum tempo através da vida de um ser encarnado neste mundo. Ele não tem consciência disso. Não é uma coabitação pois sempre pedimos a permissão da alma. Estejam certos que quando belas entidades de Luz como nós, (ou nós mesmos), vêm durante um certo tempo num corpo humano, é imensamente proveitoso para a evolução do ser que nos ”alberga” porque as nossas vibrações permitem a esse ser evoluir e abrir-se muito mais depressa. Mesmo que o nosso hóspede não tenha consciência que nos alberga, grandes transformações por vezes acontecem.
A vida é maravilhosa onde quer que ela esteja e em qualquer plano! Todas as experiências da vida, por muito difíceis que vos possam por vezes perecer, são experiências maravilhosas porque a vida é eterna e a vossa passagem neste ou naquele mundo dura muito pouco tempo em relação a eternidade.
Na Terra vocês estão numa espécie de seminário ou curso, e quando terminam vão para outro seminário, um outro curso. Por vezes também vão animar seminários ou cursos. Por vezes também fazem a unidade com vós mesmos, a parte encarnada na matéria retira-se da matéria para fusionar na totalidade com a parte espiritual, com essa parte gigantesca que não é densificada.
 
Se tivessem uma maior ideia do que são, irradiariam permanentemente o Amor e a Luz, tudo vos pareceria fácil porque todas as vossas dificuldades são muitas vezes uma visão do espírito.
 
Deveriam sempre colocar-se além de qualquer dificuldade, além de qualquer sofrimento. Ensinar-vos-emos cada mais a descobrirem-se, a descobrirem essa parte maravilhosa que começa a despertar cada vez mais em cada um de vocês.
Quando o tempo vos falta para cumprirem a vossa obra de vida, peçam-nos uma ajudinha (como dizem na Terra) e verão que com a nossa ajuda pequenos milagres acontecem diariamente. O tempo não tem existência real, são vocês que lhe dão uma existência. O presente, o passado e o futuro não existem realmente. Existe apenas uma linha do tempo e podem, nessa linha, percorrer o presente, o passado e o futuro. É ainda um pouco abstracto para cada um de vocês porque vivem no dia-a-dia essas porções de tempo presente.
Se concebessem essa realidade, veriam que nos vossos pensamentos navegam tanto no passado como no futuro, porque muitas vezes imaginam para vocês um futuro que se realiza ou não, e que estão sempre mais ou menos agarrados a um passado que não vos pertence. Assim, numa certa medida, também têm a capacidade de viver fora do tempo, excepto o tempo presente que tem uma existência real; o que vivem no instante é uma realidade, o que não é o caso em relação ao que viveram, ou ao que viverão.»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário