O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Nova mensagem de Maria


Canalização de 15/08/2014
 
Vejo uma forma magnífica. Ela diz-me:

«Muitos seres humanos oraram para mim hoje, e a minha energia, a minha vibração que se difunde e que pode ir muito rapidamente de um lugar para o outro, está essencialmente virada para todos os homens, mesmo aqueles que não oram para mim, porque tenho um imenso Amor para o povo da Terra da qual faço parte, particularmente numa das minhas numerosas encarnações.

Claro, adivinharam quem sou, sou aquela a quem chamaram Maria.

A vocês que amo infinitamente, gostaria de dizer que não sou de nenhuma religião. Não me coloquem um rótulo! Vivi na Terra, cumpri a minha missão maravilhosa, e agora sou de outro lugar. Posso estar nas naves, posso estar em outros mundos, mas continuo, de vez em quando na Terra e de vez em quanto noutros sítios, o trabalho que comecei e já continuei neste mundo.

Há dois mil anos, deixei a minha impressão vibratória na Terra porque devia ser assim; era preciso que eu fosse um ser de união. Eu, como o meu Filho, fomos missionados para isso. Na Energia, no Amor e no Conhecimento que foram meus, confederei muitos seres que se abriram.

Houve muitos sacrifícios em nome da religião! Não se mata, não se destrói em nome de uma religião!

Actualmente, no vosso mundo, há demasiados seres que não compreenderam grande coisa, que são manipulados por certas forças e que destroem outros seres em razão das suas convicções que são ditadas pelo ódio e o poder!

Também envio todas as energias de Amor do meu coração sobre todos os seres que ainda estão no seu próprio aprisionamento. Um ser violento e destruidor vive no seu próprio aprisionamento, em falsos conceitos, numa falta total de Amor por ele mesmo e, por isso, numa falta total de Amor pelos outros, mas não tem consciência disso.

Muitas vezes, tais seres reúnem-se por afinidade vibratória; não se dão conta disso! Vocês, reúnem-se por afinidades vibratórias, eles fazem o mesmo. A diferença entre vocês, Trabalhadores da Luz, e aqueles que trabalham para as trevas, é que vocês têm consciência do que fazem e entregam-se totalmente a esse trabalho espiritual, esse trabalho de Amor. Eles têm consciência do que fazem, mas não têm consciência que deverão compreender o seu erro e do que deverão restituir numa outra encarnação. Infelizmente, muitas vezes aqueles que se associam às energias inferiores são manipulados por seres que têm maior inteligência mas que não têm muito Amor.

Se venho hoje, é porque os seres humanos, pelo mundo fora, pensaram muito em mim, e porque também sofro por ver até que ponto aqueles que oram a mim, e aqueles que me amam, podem ser destruídos e podem sofrer.

Orar a mim? Até diria que se foi pedido para orarem a mim, não é o essencial! O essencial é Amar! Podem orar a mim durante dias e dias, mas se não tiverem Amor no vosso coração para que servem as vossas orações?

É melhor orarem menos, abrirem o vosso coração e enviarem esse Amor a todos aqueles que têm falta dele! Isso é uma realidade! Nessa altura, vocês tornam-se eficazes.

Claro, desde há dois mil anos, o seres pediram muito ao meu Filho e a mim e oraram muito para que possamos responder aos seus pedidos quando têm tudo neles! Se podemos ser um suporte para vos ajudar e vos permitir obter o que pedem à Fonte, que está tanto em vocês como à vossa volta, continuem a orar!»

Ela diz-me:

«Em vez de orarem a mim, preferia mais que conversassem comigo, isto é, que me falassem, que me falassem dos vossos sofrimentos, que me falassem também de tudo o que é maravilhoso na vossa vida. Falem-me como se eu estivesse presente junto de vocês, como a uma mãe! Muitos seres consideram-me como a sua mãe do céu. Gosto que me considerem assim!

Falem-me, falem-me com o vosso coração! Não falem com orações que não querem dizer grande coisa pois repetem-nas mecanicamente e elas já não têm energia, nem sentido! Se me falarem com o vosso coração, há energia na intenção, no pedido, e nesse momento aí o milagre que vos posso oferecer é dar-vos a força para agirem por vós mesmo, dar-vos a força para cumprirem os vossos próprios milagres.

Posso conceber que o meu Filho e eu sejamos apoios para vocês, se for mais fácil para vocês e se isso vos ajudar.»

Ela diz-me ainda:

«Desde que deixei o mundo da densidade, as religiões fizeram muito mal neste mundo e ainda o fazem! É preciso que todos consigam sentir-se realmente irmãos, religados na mesma intenção. Que intenção? Amar! Estarem todos religados por essa Energia, essa Vibração de Amor!

Vivi na Terra e aí deixei a impregnação da minha vibração, como o meu Filho deixou a impregnação da Sua Vibração. Deixámos a impregnação do ensinamento que demos aos homens, eu de certa maneira, Ele como o sabem!

Este mundo que tanto amei, onde pouco vivi, precisa da vossa Luz e do vosso Amor. Digo que aí vivi pouco tempo, como vocês, pois uma vida dura tão pouco tempo! Por vezes ela parece-vos pesada e um pouco difícil, mas passa a uma velocidade fulgurante.

Amei o que deixei aos meus irmãos e às minhas irmãs, o que pude aprender deles e o que lhes pude ensinar. Era preciso que assim fosse para vocês, cada um na sua medida. Mas em relação a todos os seres que encontrei na altura da minha encarnação neste mundo, vocês estão num muito bom nível de compreensão e Amor.

Sirvam-se desse nível de compreensão e de Amor para agirem em vós mesmos, para agirem sobre todos aqueles que vos rodeiam. Vocês pensam, como vos disseram os vossos Irmãos de Luz, que conheço muito bem, que o caminho espiritual é difícil; é afinal o caminho mais fácil pois aplana tudo! Este caminho leva-vos a tomarem consciência de que são efémeros neste mundo; leva-vos a tomarem consciência que a única realidade é o Amor, o Amor sob todas as suas formas, pois vocês conhecem apenas uma pequenina parte disso; conhecem apenas certas facetas.

Para mim, o Amor não é o que ele representa para vocês. Vão evoluir, crescer e compreender, vocês descobrirão cada vez mais facetas do Amor que integrarão e restituirão. Crescerão através de todas as energias e de toda a ajuda que recebem dos planos de Luz.

Mais uma vez, devem dar-se os meios para crescerem! Damo-vos tudo o que vos podemos dar, mas é preciso abrirem bem a porta do vosso coração, da vossa vida! Também é preciso terem a coragem de sair da vossa torre de marfim muito confortável! É preciso terem a coragem de sair e olhar a vida em frente, e de se olharem em frente! Muitas vezes são demasiado duros ou demasiado indulgentes com vós mesmos! É preciso terem a verdadeira visão, a da via do meio!

Hoje dirijo-me a vocês de forma um pouco diferente, pois foi o que escolhi! Enviar-vos Amor, claro, faço-o, mas queria explicar-vos tudo isto pois agora vocês são capazes de compreender.

Contrariamente ao que supõem ou ao que sabem, de certa maneira continuei a obra do meu Filho depois da sua partida, claro, um pouco à minha maneira, mas sobretudo de forma adaptada às pessoas que estavam à minha volta e àquelas que me ouviam.

Estive muito ligada aos Essénios. Trabalhámos juntos. Essa organização espiritual vive e trabalha ainda hoje; perdurou mais de dois mil anos. Claro, não podem conhecê-la porque trabalha de forma invisível para os seres humanos. Isto não quer dizer que não trabalha neste mundo! Poderiam encontrar e ver os seres que fazem parte dela, falar-lhes, mas nunca saberão quais são as suas actividades e as suas acções neste mundo.

Existem outros grupos que trabalham actualmente e que nos são preciosos. Existem grupos que trabalham em direcções um pouco diferentes mas muito úteis. Alguns seres que compõem esses grupos encontram-se em acção e têm um conhecimento muito importante. Eles não perderam a memória do que são. Existem outros que têm apenas uma memória relativa e não a dos Seres de Luz que trabalham neste mundo.

Aqueles que estiverem no topo dessa escada de valores – não gostamos desse termo mas usamo-lo – têm a memória total. Outros têm uma memória relativa e também trabalham para a Fonte, para o Amor, para que este mundo se torne outro. Depois existem vocês e, pelo mundo, todos os Trabalhadores de Luz que são cada vez mais numerosos.

Pouco importa se alguns seres param um pouco no caminho. Se integraram o que eu e os vossos Irmãos de Luz lhes ensinámos, se integraram tudo o que puderam integrar, eles continuarão a oferecer Amor, a servir a Luz.

Existem várias formas de oferecer o Amor e de servir a Luz. Aqueles que têm totalmente consciência do que são, que têm a memória total e que se encontram no topo da escada, trabalham como aqueles que estão no meio, e como vocês que estão na base da escada. De facto não se trata de uma escada de valores; é uma escada a nível da consciência e do despertar. Nos Trabalhadores de Luz que se encontram na base da escada existem seres que despertam cada vez mais no que são, e por isso são cada vez mais eficazes para a missão que é a sua, como para a missão que é a vossa.

Pelo mundo, muitos seres deixaram a sua impregnação vibratória. Não falo de grandes seres como o meu Filho, como Buda, mas outros seres que tiveram um profundo impacto e que ajudaram, pelo seu Amor e o seu Conhecimento, muitos seres a despertarem. Esses seres deixaram e deixarão a sua impregnação vibratória neste mundo.»

Ela ainda me diz:

«Tenho a possibilidade de materializar-me quantas vezes desejar em lugares onde precisam realmente da minha vibração e da minha presença. Manifesto-me essencialmente nos países onde existe muito sofrimento, muita violência, não necessariamente para manifestar-me como humana, mas para oferecer com muito mais poder a Energia Amor-Luz porque estou no vosso mundo, de certa maneira na vossa dimensão (mas não na vossa vibração).

Ouvirão falar de manifestações da minha presença. Manifesto-me muito mais que supõem, mas isso não se sabe porque incomoda os vossos média que não gostam de dar conta do que não compreendem, e os vossos governos actuais ainda menos! Também eles estão perdidos! Gostariam de compreender coisas que não são capazes de compreender!

Todos os governos dão bem conta que a Terra está em grandes mudanças, em grandes transformações. Pela minha presença, ajudo a essa grande transformação, e não sou a única! Muitos dos meus irmãos e irmãs de Luz trabalham ao mesmo tempo que eu neste mundo e em naves.

Para muitos seres, saber que aquela a quem chamam Maria se encontra e trabalha em naves pode ser inimaginável! É preciso dizer que muitos homens estão ainda muito fechados em relação à vida, em relação ao que sou, em relação ao que fui, em relação à ajuda que o meu Filho, eu e os vossos Irmãos de Luz podemos trazer.

A vida não é aquela que vocês veem! A vida é totalmente diferente! Vocês têm uma consciência restrita da vida, mas essa consciência abrir-se-á cada vez mais, e muitas coisas que vos pareciam impossíveis ou totalmente falsas revelar-se-ão a vocês como justas e possíveis.

Actualmente, o que é importante para os homens, é que abram a sua consciência e o seu coração, simplesmente que evoluam! As religiões fizeram mal pois aprisionaram os seres. Mesmo que tenham ajudado alguns deles, elas aprisionaram muitos! Gostaria dizer que não é totalmente culpa dos humanos pois deixam-se muitas vezes dirigir por seres mais fortes ou mais inteligentes que eles, pelo menos assim o supõem. É mais confortável para os humanos estarem no adormecimento que estarem na acção

Repito-o, é preciso que vocês aprendam a sair da vossa torre de marfim para verem a vida diferentemente! No entanto não precipitem as coisas, tudo vos deve chegar suavemente, como hoje, vim devagarinho a vocês para vos oferecer tudo o que posso oferecer sem que isso abane demasiado a vossa vida.

É preciso avançar moderadamente, suavemente, mas apesar de tudo apressando o passo!

Mais uma vez, desejo que não me associem a nenhuma religião. Para a vossa compreensão, sou um muito grande Ser de Luz.

Ofereço-vos uma poderosa Vibração de Amor. A única coisa que vos peço é abrirem o vosso coração!»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário