O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

sábado, 6 de setembro de 2014

Lição de Sabedoria nº 32



Vejo um ser que toma forma à minha frente. Ele sorri-me. É o Mestre da Sabedoria. Tem um grande livro de Luz aberto à sua frente. Ele diz-me:

«Vocês, Filhos da Terra, têm uma falsa ideia da Sabedoria. A Sabedoria profunda está em cada um de vocês. Tentam encontrar a Sabedoria nos livros, junto de nós, mas ela está escondida no mais fundo de vós mesmos. Somos apenas reveladores, estamos aí para que possam carregar no botão certo, aquele que abrirá na página certa do vosso próprio livro de Sabedoria.

Quando estive encarnado num mundo (encarnei no vosso mundo há muito tempo) também eu procurei a Sabedoria. Procurei-a em todo o lado à minha volta. Porque era humano, tinha muita admiração e cobiça em relação àqueles que manifestavam essa Sabedoria, pelo menos aparentemente, e pensava: nunca conseguirei, essa Sabedoria está tão longe de mim!

Depois um dia, abri o grande livro da Sabedoria que estava em mim e li dia após dia o livro da minha própria sabedoria; assim pude manifestá-la com uma grande rapidez.

A Sabedoria equivale à vossa luz interior. Se a deixarem expressar-se, se a deixarem brilhar, o livro da Sabedoria iluminar-se-á em vocês, e sempre saberão responder com sabedoria, pensar com sabedoria, amar com sabedoria, viver com sabedoria.

Não precisarão mais aprender a sabedoria no exterior porque bastará consultar o vosso próprio livro interior!

Quando fui um homem, compreendi que a Sabedoria me foi escondida durante muito tempo pela minha humanidade, pelo que os homens chamam o ego, a personalidade. Quando compreendi que através do imenso Amor que tinha à minha personalidade, ao meu ego, eu podia fazer com que se transformassem e se tornassem ferramentas maravilhosas e preciosas, o grande livro da Sabedoria e do respeito total abriu-se à minha frente. Falo do respeito por vós mesmos, por tudo o que são, do respeito dos vossos pensamentos, mesmo que não sejam sempre caritivos, o das vossas atitudes sejam elas quais forem, falo do respeito por aqueles que vos rodeiam e pela vida.

Quando carregarem realmente no botão certo tudo se iniciará com uma rapidez desconcertante.

De facto estou muito próximo de vocês na energia, muito próximo de vocês na vida. Actualmente não estou encarnado em nenhum mundo. Vivi em vários deles. Venho manifestar-me com a minha consciência e ajudar os grupos que precisam. Se o desejar, um dia poderei retomar um veículo diferente do vosso, um veículo de Luz. De momento o meu trabalho é outro. Vivo plenamente e sem barreiras a Sabedoria e o Amor. É a minha escolha do momento.

É preciso que saibam também que têm uma grande liberdade de escolha nesta vida, nesta existência como em todas aquelas que já tiveram. No entanto a vossa escolha nem sempre é judiciosa e nessa altura sofrem as consequências das vossas escolhas.

A Sabedoria e o Amor levam-vos para estados de consciência que vos aproximam muito da Fonte que nem se podem dar conta humanamente dessa felicidade inefável! Podem ter acesso a isto no mais fundo de vós mesmos. Podem ter acesso ao Amor Universal em vocês.

Simplesmente gostaria de dizer-vos: nunca se esqueçam que são perfeitos! A imagem de imperfeição que têm sempre de vós mesmos leva-vos a essa imperfeição. A imagem de perfeição que mantiverem na vossa consciência abrir-vos-á as portas da vossa perfeição, do Amor Universal e do grande livro da Sabedoria que estão em vocês.

Um ser humano pode viver vários níveis de consciência, mesmo num corpo físico. Por isso, conforme o nível de consciência que vive, ele pode elevar tanto a frequência vibratória do seu corpo que praticamente deixa de ser humano. Isto pode durar alguns instantes ou mais tempo; e conforme a consciência que tem do poder que está nele, o ser humano pode, a seu gosto, projectar-se nos planos superiores da consciência cada vez que o deseje ou cada vez que precisar para uma missão pontual.

 Tal como hoje sou para vocês um Mestre de Sabedoria, também eu tive Mestres de Sabedoria que me ensinaram, mas a coisa mais importante foi o ensinamento que me deram referente ao que sou. Claro, eu e os meus irmãos, os vossos preciosos guias, tiveram essa linguagem várias vezes. Um dia, talvez, terão energia suficiente, abertura de consciência e de Amor, de desejo profundo, para carregar no botão certo, aquele que vos abrirá a essa imensa consciência espiritual que é o vosso Eu Sou.»

Vejo-o! Ele diz-me:

«És tu que vestes a minha presença! Por outro lado, sou eu que desejo que assim vejas o livro de Luz que seguro.

Cada dia, vocês e todos os vossos irmãos, escrevem uma página da vossa vida. Façam com que essa página seja a mais luminosa possível! Cada um dos vossos actos e cada um dos vossos pensamentos estão inscritos no livro da vossa vida!»

Continuo a ver o seu magnífico livro de Luz, vejo o virar das páginas no entanto não vejo nada escrito nelas. Apenas vejo Luz!

As páginas deixaram de virar, e vejo, escrito em letras imensas, a palavra AMOR. Ele diz-me:

«Agora, deixo-vos, voltarei uma próxima vez para vos falar da Sabedoria de forma diferente, para falar de Amor de forma diferente. O mais importante não foi o que disse, é sobretudo o que vos dei, o que tenho de mais precioso, isto é o meu Amor.»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário