O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

domingo, 11 de maio de 2014

A fusão com a alma

 
De momento, estamos “dissociados” da nossa alma, isto é, a nossa personalidade, (o nosso ego) e a nossa alma estão separadas. Num futuro próximo, fusionar-nos-emos com a nossa alma pelo facto de termos certas capacidades que não temos de momento? Isto acontecerá com a fusão da alma ou simplesmente acontecerá progressivamente?
Eles dizem-me:
«Quanto mais estiverem no equilíbrio, isto é, centrados em vós mesmos, mais libertos ficarão de todos os constrangimentos da vossa encarnação, mais elevarão o vosso nível vibratório, mais se aproximarão da vossa alma.
A vossa alma fala-vos continuamente. A vossa alma está ligada em permanência à vossa consciência humana mas não a ouvem; por vezes até fica um pouco “desesperada” porque gostaria de vos conduzir por vias menos difíceis para vocês, mas a vossa consciência humana tem muito importância e muita força.
Quando mais se refinarem, mais evoluirão a nível da vossa consciência, a nível do Amor que está em vocês, mais fusionarão com a vossa alma. Podem fusionar com a vossa alma mesmo na terceira dimensão.
O que pensam que fizeram os grandes iniciados? Quando, na alquimia, eles cumpriram a grande obra, era preciso que já tivessem cumprido a grande obra neles mesmos!
Antes de poderem fazer uma transmutação, fosse ela qual fosse, era preciso que fizessem a sua própria transmutação. O que quer dizer fazer a sua própria transmutação? É fazer a fusão entre a parte humana, a alma e uma parte da Parte Divina.
Porquê uma parte da Parte Divino? Porque antes de acederem à Parte Divina na totalidade, existe o filtro da alma. Enquanto estiverem na matéria, não têm a possibilidade de aceder na totalidade à vossa divindade, porque é demasiado poderosa para vocês. É a alma que de facto vos protege do poder considerável da vossa própria divindade. No entanto a alma deixa passar o imenso Amor da vossa divindade no limite do que podem aceitar e integrar na vossa matéria e na vossa consciência humana.
Fazer a alquimia do corpo é fazer a fusão entre o corpo e a alma, entre a alma e o espírito, entre a alma e o divino, e muitos seres começam a sentir essa fusão. A separação que existe entre a vossa alma e o vosso corpo diminuirá cada vez mais porque serão capazes de criar a ponte que vos ligará à vossa alma porque terão consciência da sua realidade.
Sabemos que por vezes vocês ouvem uma pequena voz interior. Nunca se perguntaram: o que é essa pequena voz interna? Será o meu guia? Será a minha alma? Será o meu pensamento?
Pode ser tudo isso ao mesmo tempo. As chamadas de atenção muitas vezes provêm da vossa alma, e o vosso guia está muitas vezes muito próximo da vossa alma e pode trabalhar de acordo com ela. Estejam certos que num tempo muito próximo, e será absolutamente delicioso para vocês, haverá a unidade entre a alma e a matéria, entre a consciência espiritual da vossa alma e a consciência do vosso corpo de matéria, a consciência humana.
Isto prepara-se. Já está “colocado” em vocês, e com tudo o que acontece a nível vibratório e a nível energético, isso acelerar-se-á excepto se da vossa parte houver um freio e uma não-aceitação dessa fusão entre a vossa alma e o vosso corpo de matéria.
A irradiação da alma está em todo o vosso corpo de matéria. Imaginem a vossa alma como uma pequena esfera de energia que tem a sua própria realidade, e essa pequena esfera de energia inunda o vosso corpo de matéria e propaga-se por todo o lado. Vocês podem sentir a energia da vossa alma até à ponta dos vossos pés e das vossas mãos. Ela não é absolutamente limitada, ela difunde, ela irradia a sua realidade. Ela não é qualquer coisa de muito denso em energia que não se move, ela é qualquer coisa de muito flutuante. Ela tem uma consciência real que se pode repartir em tudo o que são a nível da matéria e a nível dos vossos corpos energéticos.
O facto de terem consciência da sua realidade na vossa consciência humana, liga-vos com a consciência da vossa alma, a consciência espiritual.
Tudo isto pode parecer muito complicado, mas definitivamente é muito mais simples. Tentamos colocar palavra após palavra ao nível da formulação que faz o nosso canal, mas como dissemos há pouco, de momento as palavras são necessárias.
Verão até que ponto a vida será mais fácil quando comunicarem além da palavra, quando usarem a palavra para o canto, para a expressão do som. Não precisarão mais de comunicar através da palavra, porque a palavra pode ser bastante incompreendida! Aquele que pronuncia uma palavra fá-lo em função do que conhece, por vezes da sua evolução, e aquele que a recebe, recebe-a também em função do que é, da sua compreensão e da sua evolução.
Quando comunicarem por telepatia, deixará de haver esse problema, porque a comunicação acontecerá, de certa forma, de espírito para esíirito, e a compreensão será instantânea. A vossa voz, o vosso verbo estarão muito mais consagrados à beleza do som que se aperfeiçoará cada vez mais.
O som tem uma grande importância vibratória. Se escutarem cada um de vocês a expressar-se, encontrarão notas diferentes, e mesmo que cada um de vocês pronuncie a mesma palavra, esta terá uma frequência vibratória diferente em função da pessoa que tiver pronunciado essa palavra.
O verbo é sagrado. Aprenderão isso e aprenderão a não pronunciar palavras que não têm utilidade. De momento, em vocês, humanos, existem muitas palavras inúteis e muitas perdas de energia através de todas essas palavras inúteis.
De momento é assim. É o vosso funcionamento, é a vossa aprendizagem, e tudo se colocará muito em breve no seu lugar diferentemente.»
 

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário