O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Maravilhoso presente da Mãe Divina


Vejo o que penso ser uma mulher, mas de momento a imagem ainda está fluida.

Ela aproxima-se de mim. Agora sinto uma energia com uma imensa ternura que me perturba profundamente. é como se fosse muito mais que a minha mame:
«Sou uma parte ínfima da Energia da Mãe Divina. Venho a ti como venho a vocês para vos dizer que se me invocarem poderei ajudar-vos. Como uma mãe posso ler no vosso coração, como uma mãe conheço as vossas necessidades e posso ajudar-vos.
Alguns seres, como esta maravilhosa pequena pessoa que fala em meu nome, perceberam a energia que emana de mim, chamaram-me “a Virgem Maria”.
Gostaria de vos dizer: filhos muito queridos, chamem-me conforme o vosso coração, isso não tem nenhuma importância! Para alguns posso ser a Virgem, para outros posso ser a Mãe Divina, também posso ser Isis. Podem dar-me todos os nomes, isso não tem nenhuma importância! O importante é o que sou e quem sou! Eu estou aqui perto de vocês para vos oferecer o meu presente de Amor e de Luz.
Desejaria que me chamassem muito mais vezes, sem me darem um nome necessariamente, que tenham consciência que ao chamarem o que sou também chamam o que vocês são, isto é, essa parte que eu chamaria “Mãe Divina” em cada um de vocês. Estou igualmente presente para revelá-lo. Em vocês, encontra-se a energia Pai-Mãe, porque têm uma parte do que somos. Essa parte chama-se simplesmente a Vida!
Vim para despertar tudo isto em vocês, para permitir que sintam essa força de Vida, esse Amor, essa ternura e essa bondade. Vim igualmente para vos oferecer um imenso Amor.
O amor que tenho para vos oferecer não é o Amor de uma mãe terrestre! É como se vos envolvesse completamente nos meus braços de Luz, é como se vos apertasse contra o meu coração dizendo: vocês são eu e eu sou vocês! Amo-vos além do que um ser humano pode conceber do amor. Aperto-vos contra o meu coração de Luz para despertar o vosso próprio coração de Luz. Dou-vos totalmente o meu Amor para despertar o imenso Amor que dorme em vocês.

.Eu. Vocês e esse pequeno canal vamos ficar em silêncio para que cada um de vocês possa sentir a minha presença durante alguns segundos e sentir os meus braços ed Luz a volta dele.
Peço-vos igualmente o seguinte: descarreguem em mim os vossos medos, os vossos sofrimentos, tudo o que desejarem livrar-se; livrar-vos-ei de tudo o que não for útil!
Venham junto de mim como se se apertassem contra o coração da vossa mãe humana. O que vos posso trazer é muito superior ao que vos pode dar uma mãe humana.
Fico em silêncio alguns instantes para permitir que reflitam no que me vão oferecer, do que se querem livrar. Farei tudo o que estiver nas minhas possibilidades para transmutar e transformar em Luz, tudo o que desejarem livrar-se.»

---

Ela diz-me:
«Confiem em mim! Confiem em vocês! Para mim tudo é muito simples! sou uma realidade fora da vossa possibilidade de compreensão. Sou uma energia de Amor que pode criar forma e ajudar-vos. Sou uma Energia de Amor tão poderosa que podem aninhar-se nos meus braços para que eu vos ajude. Ajudar-vos-ei.»
Sinto qualquer coisa muito forte que fala ao meu coração: é como se o meu coração se abrisse em grande para que essa maravilhosa Energia de Amor o enchesse e que não haja a mínima partícula do meu coração que não fique cheia desse Amor.
Imaginem qualquer coisa imensamente poderosa com uma infinita ternura, um tipo de Amor que pode fazer verter lágrimas de alegria, um tipo de Amor que acalma todas as angústias, que responde a de certa forma às interrogações.
Tenho a impressão que é como uma fonte de juventude que corre dela para mim, e depois, como por milagre, tudo o que corre da Mãe Divina para mim corre para a vida, para todos aqueles que, no mundo, precisam deste Amor.
É igual para vocês. O que descrevo, cada um pode vivê-lo, mesmo que não use as mesmas palavras, mesmo que não sinta totalmente o que descrevo. Cada um recebe o imenso amor que descrevi.
Esta presença ainda está aqui! Tenho a impressão que ela nos envolve cada vez mais na sua Luz, porque existem milhões de pequenas partículas de Luz dourada, prateada e com um cor-de-rosa leve que dança por todo lado neste lugar. Também há partículas de luz branca mas não a luz branca que eu conheço. É inexplicável!
Ela diz-me agora:
«Durante alguns segundos, vou trabalhar na abertura do vosso coração ao Amor verdadeiro, (não ao amor ilusão), ao Amor real que também vocês poderão oferecer.
Tenham consciência do presente que vos dou!»

---

Ela diz-me:
«Se houver algumas lagrimas no vosso coração vindas de experiencias não realizadas, de sofrimentos, de interrogações, secarei essas lagrimas e trocá-las-ei pelas múltiplas cores do arco-íris celeste. Preencherei o vosso coração desse Amor que ficará aí. Depois, apenas dependerá de vocês fazê-lo crescer, fazê-lo jorrar como um fogo-de-artifício para que inunde totalmente o que são para que possam oferecê-lo continuamente.
Não se esqueçam: tudo o que vos dou ficará, mas são vocês que devem fazê-lo crescer e oferecê-lo! É como se eu viesse semear uma pequena semente de Luz, uma semente de Amor no vosso coração, no vosso magnífico jardim interior.
Não se esqueçam que uma pequena semente pede cuidados, atenção e Amor para que cresça cada vez mais e que invada tudo o que são com o seu Amor e a sua Luz.
Sinto-me totalmente apaziguada, como se a vida fosse extremamente simples e não tivesse mais vontade de complica-la seja como for. De facto, a vida é simples! Talvez o sinta porque ela colocou um novo Amor no meu coração.
Agora vejo essa magnífica forma desmultiplicar-se, como se uma pequena parte dela se introduzisse em cada um de nós. Ela diz-me:
«Filhos da Terra, participo, pela doação que faço de mim mesmo, pelo Amor que vos ofereço, pela aceleração do vosso despertar, a aceleração das tomadas de consciência sucessivas que vos permitirão realmente compreender que vocês são Trabalhadores de Luz vindos a este mundo para ajudar à sua transformação, Trabalhadores de Luz que também vieram oferecer o seu Amor.
Verão! Pouco a pouco, tudo isso tomará corpo em vocês! Não se esqueçam da minha presença! Não se esqueçam o que vos ofereci!»
Ela diz-me agora:
«Tu, minha bela pequena alma, tu que colocas mil e uma perguntas pelas quais nunca tens as respostas, que és tão forte e tão frágil, tu com o teu imenso e infinito Amor, que serves fielmente a Luz, vou levar-te para planos onde verás a vida de forma diferente.»
Tenho a impressão que me leva pela mão e que voo, que não tenho mais peso, que sou outra, que sou totalmente Luz e Amor. Voo no nosso sistema solar.
Vejo uma forma muito luminosa, sempre com a impressão que essa forma me leva pela mão. Ela mostra-me cores inimagináveis, as cores das galáxias, as cores dos sois, as cores dos planetas. Ela mostra-me a vida num esplendor que nenhum ser humano pode imaginar.
Sinto a vida e o Amor das galáxias, o Amor dessa Luz, o Amor desses sois, e posso dizer-vos que fusiono com a vida, que fusiono com o Amor, que não existe nenhuma barreira, que sou o universo, que sou a vida. Nesta consciência, tenho a impressão que sou igualmente Deus, pois Deus está em mim, Deus é vida!
Fusionar com o universo é o mais belo presente que ela pode dar-me. Ela diz-me:
«Dou-te este presente simplesmente para ficares com a coragem de continuares o teu caminho quando voltares à Terra. Sei que tu, que tens tanto Amor para oferecer e a oferecer-te, tens um único desejo ir aos planos muito luminosos, correr pelo Universo, voar de mundo em mundo, reencontrar o Amor sob todas as formas. Isso acontecerá, conheceste isso e reencontrá-lo-ás!
Antes de trazer de volta esta criança. Esta magnifica alma no seu corpo de matéria, gostaria de vos dizer o seguinte:
Cada um de vocês pode abraçar o Universo! Cada um de vocês pode fazer a mesma viagem! Cada um de vocês pode sentir o Amor Universal, pode aperceber-se da musica das esferas, pode aperceber-se da Vida além da vida.
Se levei este pequeno canal fazer esta viagem, é porque é possível para cada um de vocês.
Amo-vos, amo-vos tanto! Gostaria que durante um só segundo cada um de vocês pudesse sentir o Amor que tenho por ele. Por isso durante alguns segundos, estarei em silêncio. Tentem ainda abrir mais o vosso coração para que se encha o mais possível do Amor que vos ofereço.

---

Abençoo-vos! Abençoo-vos com todo o meu Amor!»
Vejo-a voar dentro de feixes de luz que poderiam ferir os olhos.
Se pudesse levar-vos a ver tudo o que vejo, se pudesse fazer-vos sentir o que sinto!
Sei, pois ela disse-mo, que sentiram muitas coisas, e sei que vocês serão transformados.
Ela diz-me:
«Velo sobre vocês como uma mãe terrestre vela sobre os seus filhos. Velo sobre vocês!»



É possível adquirir a gravação do dialogo nº 78 onde se encontra esta mensagem em que a maravilhosa energia vos pode ajudar de forma importante. Para isso basta clicar em “contact” para nos perguntarem como proceder.

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário