O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Tornar a subir a encosta

«Cada vez mais vão viver momentos muito intensos interiormente.

Por vezes vocês perguntam-se: como fazer para tornar subir a encosta quando nos encontramos ”no fundo do buraco”?

Por vezes, quando se encontram no fundo do buraco, isso tem um significado, uma importância, porque é quando chegam no fundo que sobem para a Luz.

Por isso, primeiro devem-se questionar para saber porque se encontram nesta ou naquela situação. Uma resposta vos é dada por vezes, e por outras não há respostas ou as respostas são múltiplas.

Acrescentamos que para elevarem a vossa frequência vibratória devem-se amar. Também devem tentar dominar os vossos pensamentos. Qualquer pensamento não caritativo para si mesmo, para qualquer situação ou para aqueles que vos rodeiam, automaticamente baixa essa frequência, e vocês não se dão conta.

Devem igualmente ter consciência do que são como seres humanos. É necessário que tenham consciência que o vosso veículo de manifestação, seja qual for o seu aspecto, é o templo da vossa alma e da vossa Divindade.

Devem ainda ter consciência que a harmonia é também importante. Devem tentar estar o melhor possível em vocês e no exterior de vocês para honrar a Vida, para honrar Deus ou a Fonte que está em todas as coisas, para honrar o que vos rodeia e a vós mesmos.

Para elevar a vossa frequência vibratória, é primordial amarem-se, e podem amar-se mesmo que não tenham o aspecto físico que desejam e que não tem importância nenhuma. O importante, é terem consciência que, quem quer que sejam, o vosso corpo é o tempo da vossa divindade e da vossa alma.

Cada vez mais, vocês sentirão o que realmente são. Isso manifestar-se-á aos poucos; vocês amar-se-ão, e dirão “ ora, hoje acho que sou belo, que sou bela, amo-me através desse Amor que tenho para mim mesmo, homenageio a vida». Nesse momento, vocês sobem vibratoriamente.

Quanto mais estiverem em harmonia com vós mesmos e com tudo o que vos rodeia, mais elevam a vossa frequência vibratória. Mas se, por exemplo, uma hora após um trabalho de Amor que fizeram para vós mesmos, estiverem em reacção em relação a vós mesmos, em relação a uma situação ou em relação a uma dualidade com pessoas que vos rodeiam, este trabalho fica totalmente anulado.

Podem fazer subir as vossas vibrações muito rapidamente, mas também podem fazê-las baixar rapidamente. Por isso pedimo-vos, sobretudo neste período, para ficarem atentos aos vossos pensamentos, aos vossos comportamentos e aos vossos sentimentos.

Qualquer ser humano que seja, é admirável, porque além da sua aparência, além do que os vossos olhos vos podem mostrar dele, ele é Divino, é um Ser de Luz.

Mesmo que não percebam a sua luz no momento, chegará uma altura em que perceberão a aura dos vossos irmãos, ou perceberão a Luz que os rodeia. No entanto esse momento chegará quando a escuridão da vossa consciência ficar mais atenuada e cada vez mais iluminada pela Luz.

Quando falamos de escuridão da consciência, falamos do véu que a obscurece e que ainda não vos permite reconhecer o que são.

A escuridão da consciência ficará cada vez mais iluminada, absorvida pela Luz que emana do vosso Divino e da vossa alma. Darão acesso a essa Luz graças ao vosso comportamento, ao Amor que têm para vós mesmos; a vossa alma e a vossa consciência humana poderão comunicar, encontrar-se e de certa forma fusionar.

De momento, ainda existe uma porta para ultrapassar, mas basta muito pouca coisa para que possam ultrapassar esse umbral.

As energias consideráveis que receberão e que começam a receber do universo, do vosso pai Sol, de todas as esferas do vosso sistema solar e da vossa mãe Terra vão acelerar a vossa libertação, a vossa transformação.

Quando dizemos “a vossa libertação”, queremos dizer que deixarão de estar no aprisionamento do esquecimento. De momento, esqueceram quem foram, esqueceram o que realmente são e isso será cada vez mais pesado para vocês, cada vez mais difícil suportar porque uma parte de vós mesmos quererá juntar-se realmente à vossa alma e ao vosso Divino

A consciência que desperta em vocês quererá cada vez mais fusionar com a vossa verdadeira realidade. Para alguns, isso corresponderá momentaneamente a uma curiosidade, aquela de saber o que foram, quem foram, o que realmente são, mas isso durará apenas um curto momento.

A partir do momento em que a vossa consciência ficar iluminada, deixará de haver uma real curiosidade porque saberão, conhecerão e integrarão, e isso é muito importante.»


Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Mots clés: consciência, vibração, Luz,

Sem comentários:

Enviar um comentário