O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

terça-feira, 3 de setembro de 2013

O tempo não existe

 
"Costumamos dizer que o tempo não existe, porque é uma noção muito específica dos planetas de terceira dimensão; é uma referência da vida necessária porque é um marcador.
 
Nos mundos de quinta dimensão e além, o tempo não tem a mesma realidade. Os seres que os habitam podem viajar na linha do tempo porque não há passado, presente ou futuro, vivem apenas o momento presente. Quando esses seres entram em mundos de terceira dimensão, têm acesso aos registos akashicos, ao que vocês chamam de passado e futuro.
 
O passado foi vivido, por isso tem uma realidade. O presente não está completamente vivido, é o instante que faz com que vocês vivam o momento presente; quanto ao futuro, espera ser programado, vivido, pois o que não foi vivido não tem presente nem passado.
 
Como viver este não-tempo? Devemos tentar viver intensamente o momento presente! A única realidade é o momento que vocês vivem.
 
Neste momento vocês estão a ler-nos, e dentro de dois ou três minutos o que leram pertencerá ao passado; no entanto, cada frase que leem pertence ao momento presente e ainda não faz parte do vosso futuro, porque aquilo de que irão tomar conhecimento dentro de poucos segundos ainda não foi lido. A verdadeira realidade é o que vocês leem no momento presente.
 
No entanto, na terceira dimensão, vocês não podem viver plenamente no momento presente, porque é muito difícil num mundo de dualidade, num mundo em que o tempo é uma realidade. Assim, vocês andam continuamente, sem se darem conta, no vosso passado, no vosso futuro, e tentam realizar o momento presente entre estes dois conceitos. Muitas vezes, ele é baseado no vosso saltar entre o vosso passado e o vosso futuro.
 
Isto é feito a nível da conceção mental, e também a nível da energia que conseguem trazer do vosso passado e que vão buscar ao vosso futuro.
 
Para perceberem melhor esta noção, lembrem-se que vocês são energia; a matéria densa do vosso corpo é energia e não se lembram (ou não se querem lembrar) que estão além da matéria. Se à partida tiverem consciência de que são energia, perceberiam facilmente que para a energia o tempo não tem nenhuma realidade.
Imaginem que amanhã terão a capacidade de ver o Ser de Luz que vocês são. O Ser de Luz que vocês são não age na terceira dimensão, na densidade. Tem a capacidade de se mover em todas as direções, no futuro, no passado, no presente. Nada o impede porque a energia é fluida, e pode também assumir várias formas, pode densificar-se de uma forma muito mais consistente.
 
Quando saírem do plano da Terra, é a vossa alma que o abandona. Ela passeia-se muito facilmente na linha do tempo porque não tem passado, presente nem futuro; ela está no momento, no entanto, pode viajar para mundos e planos diferentes, continuando a viver no momento presente, quer dizer, o que ela vê, ela vive e integra no momento presente.
 
Uma alma nunca faz projetos, e enquanto não está na matéria não tem que os fazer. Enquanto é pura energia, não tem que os fazer, não precisa de se voltar permanentemente, como fazem muitos humanos, para o que foi vivido.
 
Agora imaginem que, em vez de serem o que veem de vós mesmos, são como uma pluma muito leve, são uma alma que pode andar por todo o lado, e que não é detida por nada. Talvez assim percebam o que queremos dizer quando afirmamos que o tempo não existe.
 
Ainda há muito a dizer e muito a compreender, mas enquanto estiverem neste mundo vocês têm as referências da vossa vida na matéria, e elas têm uma realidade.
 
Por exemplo, podemos dizer que a idade não tem importância. São vocês, pelo vosso pensamento, pela vossa maneira de ser, de crer, de se exprimir e de viver que decidiram que as células deviam envelhecer, por isso envelhecem.
 
Vocês poderiam muito facilmente estabilizar na idade desejada. Muitos seres que percorrem este mundo estabilizaram-se na idade que desejaram.
 
Há duas maneiras de fazer isso:
 
- A primeira é simplesmente ordenando às vossas células que se regenerem, e impregnarem nelas o facto de que o envelhecimento não existe.
 
- A segunda vem de capacidades espirituais de alto nível que fazem com que os anos e o tempo sejam completamente anulados. Essas capacidades estão naturalmente associadas à regeneração das células, e é preciso ter feito um caminho espiritual e ter um pouco de compreensão para conseguir parar o tempo em relação ao que vocês são enquanto matéria e enquanto consciência humana. ~
 
É uma abordagem da vossa vida que deve ser diferente. No entanto, para o comum dos mortais que vive neste mundo, congelar o tempo não tem grande utilidade, porque aqueles que têm um programa de vida muito difícil preferem deixar este mundo em vez de viverem dezenas ou centenas anos.
 
Para congelar o tempo é preciso ter uma consciência superior e compreender o que é realmente a vida e o que devem fazer dela. Nesse momento não há mais programação, não há mais experimentação, há simplesmente a ajuda que essas almas que têm um corpo de matéria podem dar aos que estão à sua volta para ajudá-los a compreender, a evoluir e a crescer."

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário