O tempo escasseia...


O tempo escasseia…. Cientistas, ”profetas”, falam do fim dos tempos ou melhor dizer o fim de uma civilização. Já entramos no novo ciclo e na nova era, a era de Aquário.

Nestes tempos conturbados, de grandes mudanças a nível da humanidade, a nível do planeta, a nível das consciências, precisamos mudar o nosso nível de ser, o nosso nível de vibração.

Para que isso aconteça precisamos efectuar uma transformação interior, trabalhar sobre nós mesmos. É necessário mudar a nossa forma de pensar, de agir, de falar. Tomar continuamente consciência das nossas dúvidas, medos, sofrimentos, tristezas, a nossa falta de fé e confiança em nós-mesmo.

Esse trabalho deve ser constante com a ajuda da força de vontade, da coragem, da persistência para nos transformar, criando e cultivando a paz, a alegria, a sabedoria, a harmonia, o Amor, com a consciência do nosso sol interior.

Neste blogg podem encontrar alguma orientação. Mas o site http://www.ducielalaterre.org/ é muito mais completo.

Anna Carolina

domingo, 18 de agosto de 2013

O poder do pensamento



Poderiam falar-nos do nosso poder criador aqui e agora, na matéria ? Como praticá-lo no nosso dia-a-dia, na nossa vida?

«Vocês são todos deuses criadores, mas ignoram a capacidade de criação que existe em vós.

O poder do pensamento é considerável, mas é necessário que esteja em harmonia com o que vocês são no interior, e quando desejarem utilizar esse poder criador não deve existir nenhuma dúvida vinda do ego. O ego é muito sútil, o ego tem a sua vida própria, faz parte da vossa personalidade.

A partir do momento em que começam a unirem-se com vós mesmos, é muito mais fácil criar pelo pensamento. Vocês ainda estão muito iludidos na matéria; devem elevar um pouco mais o vosso nível vibratório, e sobretudo aplicar as Leis Divinas, ou seja devem sempre criar no sentido do Amor, da Luz, do dom de si, etc. Se não criarem nesse espírito, essa criação pode virar-se contra vós mesmos, mas em princípio não vos será dada a capacidade de criar pelo espirito.

Ao vosso redor, existe o que chamamos a matéria do incriado. Muitos seres humanos, nomeadamente nas civilizações muito antigas, tinham a capacidade de utilizar a substância do incriado para criar tudo o que desejavam. Não necessitavam da tecnologia, não necessitavam de máquinas, criavam unicamente pelo espirito.

No Peru, há pedras gigantescas que nenhuma tecnologia humana, por mais sofisticada que seja, conseguiria reproduzir hoje em dia. Quando o nosso canal fez psicometria numa dessas pedras, esta lhe restituiu tudo o que estava nela.

O mineral regista tudo o que vive, tudo o que vê, assim essa pedra explicou ao nosso canal de que modo foi concebida. Isso aconteceu no tempo da civilização dos gigantes, seres que não pertenciam a este mundo, que tinham conhecimento de todas as suas capacidades de criação. Não estavam separados da Fonte como vocês o estão actualmente. Tinham a capacidade de pegar na substância do incriado para criar tudo o que precisavam.

É assim, nomeadamente em Machu Picchu, que se encontram essas construções impossíveis de construir por humanos “normais”. Elas nem foram construídas pelos incas, como dizem alguns cientistas ou certos arqueólogos que estão errados. Como lhes fazer compreender? Os cientistas possuem a ciência infusa, pelo menos assim o creem!

De certa forma, as pirâmides foram construídas dessa maneira, embora com métodos de criação pelo espírito mais recente que consiste em retirar a densidade da matéria para lhe retirar o seu peso.

Todos os monumentos muito grandes de que restam alguns vestígios (vocês não os descobriram todos, longe disso!), foram construídos com a substância que se encontra no incriado e que está à disposição de todos.

Imaginem que à vossa frente se encontra uma energia dourada, muito subtil. Invoquem essa energia, e de seguida utilizem-na para criar e manifestar essa criação na matéria, no mundo no qual vivem.

Podem tentar fazer esse exercício, e poderão ficar espantados com o resultado:

Visualizem uma maçã e tentem ver essa energia dourada que vos envolve, projectem a imagem da maçã nessa energia e tentem senti-la nas vossas mãos. Claro, não poderão ver a maçã manifestar-se, no entanto talvez possam sentir a sua energia. Se o vosso pensamento for suficientemente forte, se estiverem suficientemente alinhados em vós mesmos, se estiverem suficientemente no Amor e se tiverem realmente consciência das vossas capacidades, poderão criar a maçã.

Os seres humanos possuem tantas capacidades que ignoram! Diremos que está muito bem assim, porque sabemos que alguns seres humanos utilizariam as suas criações a favor do lado escuro, e isto seria dramático pois haveria repercussões não somente no vosso mundo mas também no vosso sistema solar e talvez muito além.

Todas as verdadeiras capacidades do espírito e o poder de criação serão dados aos humanos quando se tornarem sábios. Estão todos a tornar-se sábios! Cada dia os vossos passos vos levam mais perto da sabedoria.

Como podem adquirir a sabedoria? Com o Amor! A Sabedoria e o Amor são totalmente compatíveis, e uma não pode existir sem o outro!»

Pode reproduzir o texto seguinte e dar cópia dele sob a seguinte condição:
  • que não seja cortado
  • que o seu conteúdo não seja modificado
  • que faça referência ao nosso site http://ducielalaterre.org
  • que o nome de Monique Mathieu seja mencionado

Sem comentários:

Enviar um comentário